Console ou PC gamer, qual a melhor opção?

Antes de definir qual é a melhor opção, precisamos ter em mente que são 3 opções de consoles existentes no mercado e cada opção com uma proposta diferente da outra: Xbox e o seu baixo custo para poder sair jogando ao abrir a caixa (Xbox Game Pass), Playstation com seus exclusivos triple A e provavelmente muitos dos seus amigos online, e Nintendo com a opção de jogar em qualquer lugar as franquias que marcaram as vidas de muitos gamers.

O PC nunca vai te entregar a mesma experiência que um console dedicado, pois ele é mais aberto a hacks e trapaças, para jogos multiplayer, e não tem a possibilidade de jogar a grande maioria dos exclusivos de maior peso dos últimos anos, mas em contra partida há a possibilidade de utilização de mods que ampliam o tempo de vida útil dos seus games além dos preços dos jogos serem mais interessantes na maioria das vezes e também são mais frequentes as promoções nas lojas digitais (no PC há concorrência).

Ok, queremos definições.

O Parâmetro Universal

Provavelmente, se você chegou a esse artigo, você terá que decidir a sua plataforma baseado no preço dela e o quanto vai pesar no seu bolso para poder aproveitá-la com os jogos mais divertidos disponíveis.

Isso, o fator mais importante para você é o “quanto vai custar essa brincadeira?”.

Para comprar consoles, temos os preços de tabela e de acordo com o preço de cada máquina e dos jogos, lançamentos ou não, seu cartão de crédito pode ter uma boa ideia do que vem por aí. Como a nova geração chegou a preços salgados e o preço dos jogos subiram absurdamente, fica bem difícil bater o martelo pelo Playstation 5, Xbox Series X e, mesmo sendo old gen, Nintendo Switch pelo alto preço dos seus jogos. Mas ainda assim, você tem preços meio que fixados já, podendo planejar suas investidas em jogos novos ao longo dos meses.

Já o PC é um pouco mais complicado, pois é muito possível investir menos num PC do que num Xbox Series X, por exemplo, mas a performance dele pode te deixar na mão em muitas vezes. Assim, para ter um PC que consiga, de certa forma, entregar algo perto do que a nova geração performa nos games mais atuais, será necessário um investimento mais aproximado a de um console atual. Isso pode ser compensado pelas frequentes promoções de lojas digitais de jogos, pois diferentemente dos consoles, no PC você pode comprar de diferentes locais os seus jogos digitais.

Mas e o Xbox Series S?

Eu diria, com toda a certeza, que o Xbox Series S é uma aposta a essa altura da geração. Não sabemos como o console vai realmente performar os jogos que estão por vir e nem como a Microsoft vai suportar esse console com o passar dos anos. É bom lembrarmos que a empresa descontinuou as várias versões de Xbox One disponíveis a pouco tempo para focar na geração atual, deixando quem investiu num Xbox One X no limbo sem jogos que realmente chegassem a altura dos 6 Teraflops da máquina (eu acredito que The Medium, a ser lançado nessa semana, rodaria bem no console).

O que realmente pesa a favor do Xbox Series S, nesse momento, é o Xbox Game Pass. O serviço proporciona um catálogo razoável de jogos a um preço acessível, além do preço do próprio console ser bastante acessível também para aquilo que promete (mas que fique claro que ainda não comprovou que é capaz).

E aí, Nimdog, sai de cima do muro!

Vamos lá então. É claro, você sabe o que é melhor pra si mesmo, então não vai basear sua compra apenas nas opiniões dos outros ok?

Nesse momento, eu optaria por montar um PC mesmo. Veja bem, eu tenho um PC velho, então os custos extras com mouse, teclado, monitor e controle eu não colocaria na conta, além de vender minhas peças usadas já ajudaria um pouco com os custos.

Se você não tem PC, mas sempre teve curiosidade, eu recomendo. Os custos extras além da máquina podem pesar, sim, mas no início você pode comprar acessórios mais em conta e jogar na sua TV (talvez essa seja a sua finalidade mesmo). Se você for por esse caminho, é bom ter em mente que a montagem pode demorar algumas semanas, pois o valor das peças varia em questão de dias, então é bom acompanhar as promoções nas lojas mais conhecidas e ver histórico de promoções em sites e comunidades especializadas em promoções.

Tirando isso, com o PC montado é só alegria. A concorrência é o que faz da plataforma o paraíso dos preços de jogos mais baixos que os consoles. Eu, por exemplo, compro jogos em umas seis lojas diferentes (todas confiáveis). Aí você analisa: seis lojas com promoções diferentes toda as semanas brigando pelos seus trocados. Enquanto que nos consoles você depende da boa vontade da Sony, Nintendo e Microsoft. Bom, opção no PC é o que não falta. Sem falar que algumas lojas dão jogos em algumas das suas promoções.

Aliado a isso, ainda é possível assinar o Xbox Game Pass Ultimate ou o EA Play. Ou ambos.

Bom, acredito que tenha conseguido embasar a minha escolha. Montar um PC que valha o investimento para jogos não é fácil e nem tão barato como se pensa, mas tem muitas vantagens.

Mas pense bem antes de bater o martelo: esse meu artigo é baseado na minha experiência pessoal com as três plataformas, além de eu também ter a perspectiva de adquirir um dos consoles de nova geração futuramente, em um ou dois anos, e essa não é a realidade de muitas pessoas.